Gente que não tem em si o Espírito Santo habitando não precisa buscar a segunda benção; ainda não receberam a primeira.Ainda que gente salva tenha o Espírito nela, não estão todos cheios d Ele. A necessidade não é que ela deve buscar o Espírito, mas que ela deve render-se ao Espírito já nela, de maneira que Ele a achará com Sua presença e poder.Não há prova de que ela serviu oficialmente nesta capacidade. Mas aqui há menos evidência para o ofício do que no caso anterior.

A sabedoria aqui mencionada não é sabedoria humana, mas aquela que vem de cima (Tiago 1:5, ). Um diácono não deve ser um homem que tenha amor regrado pelo dinheiro.

Se ele for, ele provavelmente desviará fundos a ele confiados.

Todas as obras da graça são definidas e aqueles que ainda estão falando sobre a segunda devem ser lamentados.

Os que estão verdadeiramente salvos receberam inumeráveis obras de graça definidas.

Contendem alguns que aqui são referidas diaconisas. Esta palavra e suas formas cognatas aparecem em muitos outros logares semelhantes ao acima também.

E enquanto esta idéia pareça ter algumas coisas em seu favor, todavia a consideramos longe de ficar estabelecida. Em vista disto, temos certamente um fundamento muito leve para o ofício de uma diaconisa só porque “diáconos” está uma vez aplicado a uma mulher.

O abuso do ofício de diáconos os tem feito inúteis ou pior que inúteis em muitas igrejas. COMO DADAS EM ATOS 6 Os diáconos são para ser homens de boa reputação em geral. Ele é recebido ao tempo em que somos salvos e depois habita conosco para sempre.

Talvez isto seja porque a devida atenção não tem sido dada às qualidades escrituristicas de diáconos, à qual dirigiremos agora nossa atenção. São para ser homens em quem o povo tenha a máxima confiança. Quando recebemos o Espírito Santo, recebemos tudo d Ele, porque Ele é uma pessoa e, portanto, indivisível.

Grande tem sido a vergonha trazida às igrejas por causa de homens gulosos de torpe ganância abonados com dinheiro da igreja. Não são ensinadores oficiais, mas terão muita necessidade de testemunho privado.